As principais consequências da ansiedade na sua vida

As principais consequências da ansiedade na sua vida

Hoje vamos falar sobre as principais consequências que a ansiedade pode causar na vida de uma pessoa não tratada. O transtorno de ansiedade pode afetar a vida em muitos aspectos como trabalho, relações familiares e até mesmo na saúde física. E tudo isso contribui para aumentar a ansiedade.

O transtorno de ansiedade é um distúrbio emocional que acomete muitas pessoas pelo mundo, em especial as mulheres. Ele tem se agravado ao longo do tempo e mais casos são diagnosticados a cada ano, principalmente aqui no Brasil.

Isso acontece justamente porque nós somos muito mais emocionais e, ao longo dos anos acabamos encontrando formas de aprisionar nossos sentimentos para “cabermos” nesse mundo que valoriza mais o racional.

Esse é o terceiro artigo dessa série sobre a ansiedade e se você não tiver lido os dois primeiros recomendo que faça isso. No primeiro falamos sobre o que é ansiedade e no segundo tratamos de alguns sintomas físicos da ansiedade que muitas vezes são confundidos com outras doenças e podem atrasar o diagnóstico correto. 

Hoje vamos falar sobre as principais consequências que a ansiedade pode causar na vida de uma pessoa não tratada. O transtorno de ansiedade pode afetar a vida em muitos aspectos como trabalho, relações familiares e até mesmo na saúde física. E tudo isso contribui para aumentar a ansiedade.

Preste bastante atenção, pois muitas vezes a pessoa não percebe que o caos que está vivendo é causado por esse transtorno, e esse pode ser o seu caso.

Consequências da Ansiedade da vida das pessoas

Relações familiares e conjugais

O ambiente familiar é o onde demonstramos mais abertamente nossos sentimentos e emoções. É onde nos sentimos mais livres para sermos nós mesmos. Por isso, é também o lugar onde as consequências da ansiedade pode ser mais facilmente percebida.

O desgaste nas relações familiares acontece por causa da forma como a pessoa com ansiedade demonstra suas emoções e comportamentos.

Em geral a mente dessa pessoa está condicionada a ver preocupação e medo em tudo, sempre sendo iniciados por pensamentos negativos. As preocupações nem sempre são racionais e muitas vezes a pessoa não consegue ser compreendidas. E esse é o gatilho para as brigas e conflitos.

A pessoa ansiosa se sente menos feliz, por causa do seu padrão mental negativo, e acaba afastando as pessoas ao seu redor das suas atividades, isolando-se ainda mais.

Consequências da ansiedade nas relações sociais

Em muitos casos o transtorno de ansiedade pode atingir também o aspecto social da vida. Para essas pessoas as situações sociais cotidianas geram grande ansiedade, medo e a saída encontrada é o isolamento.

Elas inventam desculpas para os outros e para si mesmos para evitar aparições públicas. Até mesmo uma pizza com os amigos ou uma compra no supermercado pode gerar crise de ansiedade.

Em geral a pessoa tem medo de ser humilhada ou de envergonhar-se, e esse sentimento foge da razão, sendo completamente diferente dos sentimentos normais de nervosismo e desconforto que a maioria das pessoas pode sentir.

Esse comportamento pode gerar sentimentos de desconexão e piorar ainda mais o distúrbio.

Desempenho acadêmico

Outro aspecto importante que surge como consequência da ansiedade está relacionado ao desempenho acadêmico.

Ela afeta a capacidade de manter foco e atenção, também influencia a interpretação e a memória da pessoa. E todos esses elementos são essenciais para desempenhar bem as funções de aprendizado e retenção de informações.

A pessoa com ansiedade pensa com menor eficiência, pois gasta muito tempo e energia focando sua atenção em possíveis ameaças, e isso afeta a sua capacidade de aprender.

Esse comportamento, além de prejudicar o aprendizado, também pode interferir nas relações sociais nesse meio, gerando isolamento, estresse até mesmo levando à depressão.

Consequências da ansiedade no desempenho profissional

Com razões semelhantes às consequências apresentadas do desempenho acadêmico, a ansiedade também é um fator dificultador para o desempenho profissional.

Pessoas ansiosas frequentemente sentem dificuldades para lidar com problemas, cumprir prazos, entregar resultados, manter relações pessoais, participar de reuniões e fazer apresentações.

E, mais uma vez, esse são fatores inerentes para um bom desempenho profissional.

A ansiedade pode dificultar a pessoa a manter um emprego e até conseguir outro, interferindo, portanto, na sua vida financeira, podendo causar sérios problemas.

Corporais – Desordem Alimentar

As desordens alimentares podem ser caracterizadas por alterações no comportamento como redução extrema ou no excesso do consumo de alimentos.

Também podem ser identificadas através de sentimentos extremos de angústia ou preocupação em relação à forma do corpo ou o peso. Muitas vezes, apesar de estarem abaixo do peso a angústia continua e elas podem tomar medidas severas para evitar engordar.

Nesses casos a prática excessiva de exercícios e do consumo de alimentos pode gerar uma falsa sensação de controle da situação, eliminando temporariamente os sintomas. Entretanto esse comportamento pode gerar distúrbios alimentares como a anorexia ou a bulimia nervosas.

Corporais – Insônia

Uma das consequências mais comuns relacionadas ao transtorno da ansiedade é o distúrbio do sono.

O distúrbio mais frequente é a insônia, que pode ser caracterizada pela dificuldade de adormecer, de se manter dormindo, acordar cedo demais ou mesmo acordar cansado.

Esses padrões anormais de sono interferem no funcionamento físico, mental e emocional da pessoa.   

A maioria das pessoas já experimentou episódios de insônia por se sentirem nervosos ou preocupados com algo. O problema está com esse comportamento se torna um padrão diário, interferindo o sono regular.

Nas pessoas ansiosas a inatividade e quietude noturna provocam pensamentos estressantes e até mesmo medos que as mantém acordadas.

Quando a insônia persiste por longos períodos a pessoa pode desenvolver crises de ansiedade e pânico noturnos, pelo medo de não conseguir dormir.

Dessa forma a insônia e a ansiedade se transformam em um ciclo vicioso, que se autoalimenta e gerar prejuízos inimagináveis para a vida da pessoa.

Como você pode ver a ansiedade pode causar problemas em diversos aspectos da vida de uma pessoa e ainda funcionar como gatilhos para outros problemas de saúde físicos e mentais.

Infelizmente a maioria das pessoas subestima a atuação da ansiedade e, mesmo quando aceita a existência dela, muitas vezes não recebe o apoio necessário para superar o problema.

A única forma de se libertar desse ciclo de ansiedade é buscando tratamentos que podem passar pelo uso de medicamentos, mas principalmente exigem o autoconhecimento e o desenvolvimento da Inteligência Emocional para aprender a gerenciar suas emoções.

No próximo artigo vamos tratar da ansiedade especificamente nas mulheres, já que nós somos mais atingidas e possuímos particularidades importantes de comportamento que influenciam nesse distúrbio.

Deixe uma resposta